No supper club daCozinha : mais um jantar de jornalistas

Jul 10, 2012 by

Uma das grandes montras da minha forma de trabalhar, de porta aberta e cozinha à vista, muitas vezes em live cooking, a seguir à projecção nas redes sociais, tem sido os jantares late night no supper club daCozinha..

Maria Rueff

…jantares esses que têm incluído além de cidadãos do mundo, fãs do trabalho desenvolvido ou apenas simples curiosos e/ou amantes de comida e cozinha de autor, também figuras bem conhecidas da sociedade portuguesa.

Os jantares que têm tido maior projecção têm sido aqueles que tenho organizado para jornalistas. Num viral boca a boca, uns trazem outros e os que não podem aparecer soltam tweets e posts de desagrado nas redes sociais. Desta vez, mais um grupo de jornalistas do jornal Record exigiram ficar também a conhecer o conceito, provocados pelos inúmeros jantares prévios em que não puderam participar e que foram picados por fotos e descrições de fazer crescer água na boca…

 

E a ementa em menu degustação para o próximo jantar será mais ou menos assim:

  • Paio dos Açores & tapas de pão preto com tomate e azeite de manjericão
  • Shots de gaspacho andaluz e jaquinzinhos da horta
  • Presunto ibérico e queijo creme enrolados em lâminas de pepino doce marinadas em abafado
  • Sopa de raia com rebentos de feno grego e massa no caldo
  • Tira gosto – “Fá” de frutos vermelhos em shot de licor
  • Veado estufado com molho de amoras
  • Tarte de maçã em sopa de manga, crumble de banana e gelado de baunilha e amendoim
  • Vinho branco – Moscatel 2011
  • Vinho tinto – Castelão 2009

Notas:

As tapas em pão preto são uma criação nova, depois da 1ª experiência com uma sandwich criada para o almoço volante no todo-o-terreno com a Go&Stay

 

 

O shot de gaspacho processado à moda da Andaluzia, que acompanha os peixinhos da horta num quente e frio salgado é um course à estreia…

As lâminas de pepino doce para enrolar o presunto ficam parte do dia no frio a marinar em vinho abafado, neste caso o meu preferido,  Mulher de Capote dos Açores, uma experiência repetida porque a primeira vez, que fiz com courgete num evento para estrangeiros na Aroeira, com a Lisbon Leisure correu bem. Com o pepino doce ou melão, em finas lâminas marinadas, fica bom…

 

 

A sopa de raia é uma derivação da sopa de tubarão que costumo fazer, mas com germinados de feno grego, que vão dar um sabor e perfume diferente, depois de ter feito um folhado de raia na semana passada, apelidado de “que coisa mais espetacular” por quem comeu. Foi feita pelo mesmo processo com que vou fazer a sopa, tendo por base uma caldeirada com pimentos e depois massa no caldo, um pouco como se faz a sopa de peixe na terra onde fui concebido e cresci – a Costa de Caparica…

 

 

O tira gosto vai ser outra criação já habitual nas últimas semanas, um granizado, que me faz sempre lembrar os granizados da minha infância, os Fá. Com uma pega e enformado, depois é mergulhado num shot de licor, dos Açores, claro!..

 

 

O prato de carne vai ser a repetição de um valente estufado de veado e frutos do bosque, com um molho denso,doce e ácido, parecido com um que fiz outro dia…

 

 

A sobremesa, é para fechar com chave de ouro a estreia deste grupo de jornalistas desportivos e como tal vou criar um carrossel de sabores:

Tarte de maçã depois de arrefecer do forno, aquecida em molho de manteiga e canela,  crumble de banana, sopa de manga, gelados de baunilha e amendoim e frutos secos.

Estes jantares podem ser encomendados não só por jornalistas, mas para todos aqueles que sintam vontade de experimentar um jantar sem as barreiras da espera do serviço ou de mesa disponível, do empregado mal disposto ou de outra natureza  qualquer. Num supper club, a  interacção com a cozinha à vista, com explicações e descrição dos pratos e ainda com harmonizações vínicas, sempre em modo privado e personalizado, para festas, celebrações especiais ou simples convívio/degustação, serão certamente do agrado dos convivas. Aqui é hábito…

Existe a possibilidade também destes jantares terem um módulo de mini cursos de vinho em parceria com a Wine Solutions e a sommelier Teresa Gomes.

Temos um evento mensal de leitão patrocinado parcialmente pelos leitões O Bacorinho, quase sempre esgotado, mas que poderá ser feito a qualquer outra altura (sem patrocínio) para um grupo de 12 pessoas. O espetacular leitão assado à Bairrada, sai do forno em Setúbal e passados cerca de 50 minutos estará a ser servido na mesa dos convivas desse evento regado em conformidade a espumante e com tudo incluído ao longo da refeição. Também pode aceder ao site d´O Bacorinho e ao encomendar o leitão para comer em casa, mencionar daCozinha para usufruir de um serviço personalizado e das ofertas especiais do dia, para clientes deste site e entregas na zona da grande Lisboa.

Quaisquer pedidos de informação ou reservas, pela área de contactos do site

Take my love,

Joe Best

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>