Coisas de encantar: Areias do Seixo

Fev 6, 2017 by

Uma noite de puro encanto.

 

Nem sei o que diga para descrever o espaço, o elan, o mood, o trend e esta experiência tão sensorial. Nesta Praceta do Atlântico, Areias do Seixo é uma base de terra firme, como costumo chamar a estes cantos da alma, chão sagrado, é o pedaço de terra que impede as nossas almas de se molharem no oceano à vista desarmada.

A cozinha de Tiago Emanuel Santos, um cozinheiro chef de uma brigada jovem mas cheia de talento, homem com uma cultura gastronómica ímpar, apesar dos seus 29 anos, dirige e entrega o seu corpo e alma a um projecto pessoal de um casal apaixonado pelo seu espaço maravilhoso, espectacular e único. A área envolvente, os diversos “laboratórios” limpos e arrumados, a mise en place cuidada, são o espelho do rigor e da seriedade com que estas pessoas, pela liderança do Tiago, encaram o dia a dia de Areias do Seixo. Porque o espaço é muito mais do que um hotel ou um restaurante. É um centro de interpretação, é uma cozinha laboratorial, é uma horta biológica, é um lago, um restaurante (soberbo, mas já lá iremos), é um círculo de fogo com vinho e guitarras numa noite fria, é amor, paixão e um grande investimento, é uma garrafeira de sonho, é uma grande equipa bem treinada. Parece fácil, mas do alto dos meus 30 e tal anos de métier…nem pensem nisso. Auguro, e dizia isto ao telefone ao Rodrigo Castelo, outro dos cozinheiros que nos tira do marasmo e da cozinha cinzenta, durante o 1º copo de vinho à volta da guitarra e da fogueira, um grande futuro ao Tiago. Ontem tive momentos de puro brilhantismo à mesa. Quando chegar à minha idade, será seguramente um dos melhores cozinheiros que este país terá e verá. Há mais de onde ele veio, por isso estamos no bom caminho. Um beijo na testa para ti, Tiago.

 

E uma palavra final para o sommelier Rui, com um trabalho sublime, uma grande entrega por aquilo que faz: servir o vinho e dar a beber toda a sua cultura. Não brilhou mais ainda por culpa minha, porque conhecia cerca de 70 ou 80% dos vinhos que me serviu, que diga-se de passagem são alguns dos vinhos da minha vida.

E agora, alguns dos 20 pratos e apresentações na mesa…

 

20170205_034928000_iOS

Ameijoas sobre pedra quente em fumo de pinho

20170205_034907000_iOS

Ovos com tomate

20170204_214915527_iOS - Cópia

Polvo fermentado em  sumo de couve roxa

20170205_034846000_iOS 20170205_034839000_iOS

O prato da noite, entre tanta coisa boa:

Lombo de coelho e arroz com capuchinhas

20170205_035004000_iOS

Tira gosto: sorvete de vinagre Moura Alves

20170204_232543078_iOS - Cópia

Uma das 3 sobremesas…

Take my love,

Joe Best

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>